Skip to main content

Blog

Novidades e dicas sobre o segmento gráfico para a transformação digital de sua empresa

Como alavancar suas vendas aplicando a psicologia das cores nas embalagens

Muitas vezes, não percebemos o quanto somos impactados psicologicamente pelas cores de um produto durante o processo de compra. 

A psicologia das cores possui um valor que vai além da estética. E apesar de estarem presentes em tudo, por exemplo, nas roupas, ruas, paredes, etc, na hora de fazer compras isso não é diferente. Muita gente pode não perceber, mas as cores dos rótulos dos produtos são fatores que desempenham um papel de grande influência na decisão de compra do consumidor.

Elas são utilizadas para estabelecer não apenas uma identidade visual marcante, mas também para fortalecer a imagem da marca e transmitir significados. O cérebro humano identifica e entende as cores de diferentes formas. Ou seja, elas influenciam em suas emoções, sentimentos e desejos. Sendo assim, cada detalhe, por mais simples que seja, pode alterar a forma que o consumidor vê o seu produto, estimulando ou dificultando a compra.

A métrica das cores

Dados apontam que a psicologia das cores aumenta o reconhecimento de uma marca em até 80%. Além disso, mais de 90% dos consumidores também avaliam as cores na hora de comprar. Por esse motivo, é essencial compreender o sentido que cada cor pode ter. A combinação certa pode causar efeitos que vão desde a segurança, tranquilidade, confiança, entre outros.

Portanto, uma boa escolha de cores no seu rótulo impactará significativamente na escolha de seu produto no ponto de venda, e na lembrança de marca. Sendo assim, saber utilizar a psicologia das cores a favor do seu negócio é essencial para conquistar e fidelizar o seu consumidor. A consequência poderá alavancar as suas vendas. Fique com a gente nesse artigo e boa leitura.

O significado por trás das principais cores

Pesquisas afirmam o efeito positivo no uso de cores quentes, como laranja, vermelho e amarelo, nos rótulos e embalagens de alimentos. A psicologia das cores por trás delas são famosas por despertarem o apetite no consumidor, que pode começar a associar a fome fora de hora aos seus produtos. Além disso, a paleta certa é uma das formas mais poderosas de comunicação não verbal que podem e devem ser utilizadas.

Laranja

Em primeiro lugar, temos uma cor que muitas vezes está associada à criatividade. É uma cor curiosa, não tão agressiva quanto o vermelho, mas menos “alegre” que o amarelo. Tenha cuidado ao usar laranja em embalagens de alimentos e bebidas, pois constantemente é associado a certos sabores ou marcas, como, por exemplo, refrigerante Fanta Laranja.

  • Características: divertido, aventureiro e simpatia.
  • Quem usa: Fanta, Gol, Banco Itaú.

Rosa 

As características gerais que são atribuídas a cor rosa são ligadas, por exemplo,  a criação de objetos delicados macios, doces, pequeninos e fofos. Como é uma cor que representa o universo feminino e está relacionado com beleza. Esta cor é bastante usada em produtos e serviços destinados a produtos para mulher e na divulgação deles.

  • Características: inocência, feminino, suavidade, delicadeza e doçura.
  • Quem usa: Barbie, Mary Kay, Marisa.

Verde

Uma cor que é especialmente útil em um momento em que embalagens ecologicamente corretas são uma das principais preocupações dos consumidores. O verde é a cor da natureza, do corpo e da emoção. É também muito utilizada em produtos alimentícios e bebidas. A cor verde sugere, por exemplo, que o produto é saudável, orgânico ou foi feito usando boas práticas ecológicas.

O Verde também é um sinal universal para “correto” em oposição à conotação vermelha “errada”.

  • Características: segurança, crescimento e harmonia.
  • Quem usa: Subway, Sprite, Starbucks, Green Peace.

Vermelho

A cor da paixão e da emoção! O vermelho pode ser um grande chamado para a atenção. Pode ser usado para induzir a reações físicas dos consumidores.

Estudos mostram que ver a cor vermelha acelera o metabolismo e causa respiração mais rápida. Em alguns casos, o vermelho tem até mostrado causar maior pressão arterial. Assim como a cor azul, o vermelho precisa ser usado com cuidado. Quanto mais escuro for a tonalidade de vermelho, maior o valor percebido do produto.

  • Características: emoção, paixão e força.
  • Quem usa: Coca-Cola, Nescafe, McDonald’s.

Azul

Com a cor azul, o brilho é a chave. Azul-escuro, por exemplo, pode enviar uma mensagem completamente diferente de um azul-claro brincalhão. Muitas culturas relacionam a cor azul à lealdade, unidade, legalidade e inteligência. Enquanto o azul é a cor mais apreciada em todo o mundo, diferentes tons de azul oferecem resultados muito diferentes.

  • Características: frio, conhecimento e paz.
  • Quem usa: TIM, Samsung, Intel, Unilever.

Amarelo

Amarelo faz as pessoas felizes. Otimistas e alegres, os tons de amarelo geralmente são cores que chamam atenção, mas também são vistos como instáveis. Quantidades excessivas de amarelo podem deixar as pessoas desconfortáveis, pois o brilho da cor domina outros elementos do design.

Um fato importante para ter em mente ao usar amarelo é que esta é uma das únicas cores que quase sempre ficam melhor na forma mais pura.

  • Características: diversão, otimismo e energia.
  • Quem usa: McDonald’s, Lego.

Branco

Como regra geral, quanto mais cor adicionada a um design, menos “sofisticado” esse produto é percebido como. Pode ser por isso que marcas como a Apple optam por manter seu design simples e monocromático. O branco transmite, por exemplo, inocência, segurança, pureza e simplicidade. Nesse sentido, é uma excelente cor para ser usada como base do seu design.

  • Características: limpeza, inocência e tranquilidade.
  • Quem usa: Apple, Nike.

Violeta / Roxo 

E por fim, temos a cor violeta que é a mistura das cores vermelho e azul. É uma das cores mais raras da natureza. Ela simboliza valores opostos como espiritualidade e sensualidade.

Segundo estudos da cientista Eva Heller, na antiguidade a cor violeta era a cor do poder. A cor usada por quem governava. Vestir o roxo era um privilégio maior que usar ouro, porque chegar a essa tonalidade era um processo complexo e difícil de ser realizado.

Essa cor pode remeter a extravagância. Sendo assim, quem quer usar essa cor, não pode fazer isso de forma impensada. Ou seja, a escolha é consciente de quem quer ser diferente dos demais.

  • Características: indulgência, luxo e espiritualidade.
  • Quem usa: Milka, GNT.

O planejamento  por trás da psicologia das cores

Independentemente da combinação de cores escolhida, certifique-se de ter em mente seu público-alvo durante todo o processo de design. Com o planejamento e pesquisa certos, você pode construir uma marca que os consumidores possam rapidamente lembrar. E assim, permanecer competitivo no mercado por muito tempo.

A escolha das cores e da psicologia que ela desencadeia, vai além de uma simples análise de características estéticas. Ela faz parte de uma análise de comportamento de compra do consumidor. Algo que conecta pessoas a seus produtos. Por isso mantenha o mercado-alvo em foco. Identifique, por exemplo, a idade, sexo, situação econômica, educação, etc. Portanto, entenda suas necessidades e motivações, para se comunicar com assertividade.

Conheça a LinkFlow

Agora que já conhece sobre a psicologia das cores, que tal conhecer um pouco sobre a LinkFlow? Somos uma empresa especializada em oferecer soluções inteligentes para o seu negócio. Otimizamos processos de maneira prática com um excelente custo-benefício. Conheça o nosso módulo de Gestão de Aprovações!

Pin It on Pinterest